Mas afinal, o que é a doença celíaca?

Maio é o mês de conscientização da Doença Celíaca. MAS, o que é isso? É contagioso? Posso ter e não saber? Quais os sintomas? Como diagnosticar?

Celíaca Mata

Essas e muitas outras perguntas quero responder aqui hoje!

A Doença

A doença celíaca é considerada uma desordem relacionada ao glúten que tem por característica a autoimunidade.

De acordo com o núcleo de estudos das doenças autoimunes (NEDAI) da Sociedade Portuguesa de Medicina, “as doenças auto-imunes (DAI) são um grupo de mais de 100 doenças relacionadas entre si, que envolvem qualquer órgão ou sistema do nosso organismo”.

Ainda de acordo com o NEDAI, não importa qual doença autoimune seja, todas têm o mesmo efeito sobre o organismo, qual seja “o sistema imunitário fica desorientado, atacando o próprio corpo e os órgãos que deveria proteger”.

Especificamente no caso da doença celíaca, o ataque maior ocorre na 2ª porção do duodeno, mas pode ocorrer em qualquer parte do intestino e, em qualquer parte do corpo. O intestino acaba perdendo as vilosidades, responsáveis pela absorção de nutrientes e, em razão disso, pode levar à desnutrição por má-absorção de nutrientes.

A doença celíaca ocorre pessoas geneticamente predispostas para a doença. Ocorre, principalmente em crianças, MAS ADULTOS PODEM SER DIAGNOSTICADOS. Além disso, pode ocorrer o que aconteceu com o Fabrício, desde criança com sintomas, mas nenhum médico fez o diagnóstico correto, sendo que descobriu apenas aos 33 anos.

Diagnóstico

O diagnóstico da doença celíaca é um verdadeiro quebra-cabeças, isso porque muitos médicos não estão preparados para investigar a doença ou, ainda, porque o paciente apresenta manifestações (sintomas) diferentes do usual.

Mas, em síntese, para diagnóstico da doença celíaca, é necessário fazer alguns exames de sangue (lista abaixo) e uma endoscopia com biópsia do duodeno. Para um resultado adequado, é preciso estar comendo glúten regularmente, pelo menos 4 fatias de pão por dia! Os

Este texto da Dra. Juliana Crucisnky pode te ajudar a entender um  pouco melhor a função de cada um dos exames no quebra-cabeça da doença celíaca.

Sintomas

Eu acredito que uma das partes mais difíceis do diagnóstico da doença celíaca é a sintomatologia. Isso porque são sintomas bastante comuns de muitas doenças e nem todos os celíacos possuem sintomas (veja esse post aqui sobre o assunto)

Alguns sintomas são clássicos – diarreia, prisão de ventre, anemia, emagrecimento ou obesidade, atraso de crescimento, osteopenia, aftas, distensão ou dor abdominal, enxaquecas.

Mas, existem celíacos que chegaram ao diagnóstico por doenças relacionadas à DC, por exemplo a tireoide de hashimoto, à intolerância à lactose, à dermatite hepertiforme, etc.

O importante é que, sentindo algum desconforto ao ingerir produtos com glúten, procure um médico para um diagnóstico CORRETO!

NÃO RETIRE O GLÚTEN DA ALIMENTAÇÃO, SEM ANTES FAZER OS EXAMES

Ao retirar o glúten, o resultado pode ser um falso negativo e o diagnóstico não poderá ser fechado adequadamente.

Tratamento

NÃO EXISTE medicamente para o tratamento da doença celíaca. APENAS A DIETA COMPLETAMENTE ISENTA DE GLÚTEN E DE CONTAMINAÇÃO CRUZADA pode garantir que o celíaco tenha uma vida saudável.

Se você não sabe o que é contaminação cruzada e como se livrar dela, sugiro este texto.

A DOENÇA CELÍACA É GRAVE E, SE NÃO TRATADA ADEQUADAMENTE, LEVA À MORTE!

No Mês da Consciência Celíaca, cuide-se e cuide de quem você ama!

REFERÊNCIAS:

https://www.nedai.org/doencas-auto-imunes/

DOENÇA CELÍACA

Exames para diagnóstico da Doença Celíaca e da Sensibilidade ao Glúten

Comentários

comentários

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *