Homus Tahine

Oi Oi pessoal!

Muita gente me diz: Ju eu amo pão e patê com maionese, torta de frango com catupiri, creamcheese, requeijão, manteiga, enfim, várias coisas que não são tão saudáveis. Há ainda quem me diga: Ju eu como isso por falta de opção.

Bem, agora já não é mais por falta de opção. Esse “patê” de origem árabe é um excelente substituto para a maionese no pão, para bases de patê, para substituir o catupiri na torta, enfim, ele é super versátil e pode ser usado de várias maneiras.

Tenho que dizer que essa receita é um trabalho conjunto com o amorzíneo. O Fabrício é quem fez o homus, eu nunca acerto o ponto ahuahuahuah.

Na imagem nós fizemos o homus tahine e comemos com “doritos” versão caseira, que ensino a fazer abaixo.
DSC_8943

Vamos à receita?

Para o “doritos”
Para o “doritos” eu usei uma embalagem de massas de pastel para fritar (sem glúten e sem leite) da Cuisi Pasta. Pincelei com shoyu – molho de soja – e salpiquei gergelim. Levei ao forno por 15 minutos, a 180ºC até ficar douradinho.
Aqui no RS encontramos com muita facilidade a marca Cuisi Pasta, que é incrivelmente sensacional em TUDO o que faz. Se você não encontrar em sua cidade, faça contato com eles pela página no facebook, que te indicarão a loja mais próxima, ou a cidade mais próxima.

Ingredientes para o Homus Tahine
250g de grão de bico cozido
1 colher de sopa de tahine (pasta de gergelim)
Sal à gosto
1/2 limão
Água do cozimento do grão de bico para deixar no ponto desejado

Modo de Preparo:
No liquidificador adicione o suco de limão, o tahine, o sal e o grão de bico cozido. Bata até virar uma pastinha. Se precisar, vá adicionando água do cozimento até dar o ponto. O ideal é usar bem pouquinho, pra que a pasta fique cremosa, somente o necessário.
É aqui que eu me perco – como não tenho muita força nos braços pra dar uma “chacoalhada” no liquidificador enquanto bate, eu vou adicionando água até que fica mole demais rs.
Então, a dica do marterchef Fabrício é: dê uma ajudinha para o liquidificador. Ah! Talvez fazer no processador seja mais fácil, mas eu eliminei ele por causa do glúten e ainda não comprei outro ahuahuahuah, mas no liquidificador dá certo também.

Gente, sério mesmo: nós comemos isso com o “doritos”, com o pão no café da manhã, fiz uma torta de legumes e usei como se fosse catupiri e, EM TUDO, ficou delicioso.

Se você não conhece, precisa fazer essa delícia. Ah! E se você fizer, use a #paneladaju, nós adoramos compartilhar das nossas receitinhas e ver o retorno delas com vocês!

 

Usem o espaço dos comentários para deixar seus pedidos, elogios, sugestões ou o que você quiser (menos propaganda hauhauha), esse espaço é de vocês!

 

Até a próxima!

 

Comentários

comentários

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *